Como explorar um arquivo JSON no Microstrategy

O Microstrategy é uma das nossas ferramentas preferidas para exploração de dados, especialmente quando o arquivo de origem está no formato JSON, que é o formato nativo pelo qual distribuímos nossas informações.

Basicamente, um JSON é um arquivo de texto que comporta uma organização mais complexa do que a suportada por um Excel. Afinal, enquanto um Excel é apenas uma sequência de linhas e colunas, que delimitam as células nessas duas dimensões, o JSON admite uma nova tabela dentro de cada célula.

O efeito prático é que a exploração é muito mais rica, pois o JSON pode ter múltiplas dimensões, sem a limitação de apenas uma sequência de linhas e outra de colunas aplicada a toda sua base de dados.

A sensação de explorar um JSON construído dessa forma é a de poder de dar um zoom em cada célula do seu interesse, descobrindo novas camadas de informação e remontando sua base de forma muito mais plástica do que outros formatos de dados.

Neste pequeno exemplo, estamos explorando os dados das partes das ADI do STF, criando algumas redes para exemplificar como se relacionam relatores, partes, advogados, etc.

No próximo post vamos explorar o mesmo acervo, sob as perspectivas dos andamentos e dos assuntos, promovendo uma abordagem mais na linha da mineração de texto. E, no post subsequente, vamos associar essas duas formas de exploração, demonstrando quais tipos de perguntas nossos dados podem responder.