Quem mais concede habeas corpus no STF?

O gráfico seguinte mostra o volume de habeas corpus concedidos pelo STF de 2012 a 2017. A primeira coluna separa os julgamentos colegiados dos monocráticos e a segunda detalha qual o órgão julgador. O gráfico separa também os julgamentos por ano e indica se a ordem foi concedida de forma total, parcial ou de ofício.



Embora tenha sido montado sobre os mesmos dados, o gráfico seguinte é diferente do anterior, pois descreve um fluxo de processos ao longo do tempo, onde cada barra vertical demarca um semestre. O gráfico é diferente também, pois separa os dados por julgador, ilustrando o volume de habeas corpus concedidos pela largura do traço.

Considerando apenas a composição atual e os últimos cinco anos, o Min. Edson Fachin foi o que mais concedeu habeas corpus (171), seguido do Min. Roberto Barroso (153) e do Min. Gilmar Mendes (136). Em contraste, os que menos concederam habeas corpus monocraticamente foram a Min. Cármen Lúcia (1) e o Min. Marco Aurélio (2).



Caso queira consultar a mesma informação de forma mais agregada e no eixo do tempo, separamos os mesmos julgamentos por órgão julgador. O gráfico demonstra que, embora o volume anual de julgamentos seja estável, a proporção de julgamentos monocráticos está aumentando.

Os eixos do gráfico correspondem aos anos e ao número de habeas corpus concedidos, separados em duas nuvens. Existe uma nuvem com números decrescentes e outra com números crescentes, as quais se cruzam com um formato tendente a "X", o que demonstra que o STF tem atuado cada vez menos de forma colegiada:



Por fim, ilustramos a mesma informação separada por cada órgão julgador e relator, em uma janela temporal ampliada. Assim você pode saber quem concedeu as ordens recentemente ou no passado.